8 tipos de hospedagem para o seu negócio

85

O mercado de hospedagem atualmente oferece diversos tipos de serviços e planos de hospedagem. Isso significa que centenas de empresas da web estão procurando conquistar seu negócio. Com o grande volume de opções disponíveis, pode ser complicado tomar uma decisão sobre o tipo de hospedagem a ser escolhido para o seu negócio. Este artigo discute as plataformas de hospedagem na Web mais comuns e o ajudará a escolher o melhor para sua empresa.

1. Hospedagem Compartilhada

Hospedagem Compartilhada refere-se a um tipo de serviço em que um servidor lida com várias contas de hospedagem da web – ele chega a milhares em alguns casos. É o tipo mais comum de hospedagem. É o ponto de partida e geralmente suficiente para a maioria das pequenas e médias empresas.

Aqui, o provedor de serviços mantém o servidor de hospedagem. Isso inclui melhorias gerais no software e no hardware do servidor. Por outro lado, todas as empresas são responsáveis pelo conteúdo e pela segurança de sua conta de hospedagem na web. O usuário normalmente teria acesso a um conjunto de recursos, incluindo um painel de controle, como cPanel ou Plesk, para carregar e gerenciar seus arquivos da web, exibir os detalhes do tráfego, entre outras funções.

Esta opção é normalmente a mais acessível.

2. Revenda na Web

Esta opção permite que o titular da conta use o espaço atribuído para hospedar outros sites. O revendedor adquire os serviços com ferramentas extras com a intenção de vender o espaço. Os pacotes têm melhor controle técnico através de um painel de controle como o Web Host Manager (WHM) e o cPanel ou Plesk, além de um software de faturamento para gerenciar seus clientes.

Os benefícios incluem servidores de nomes privados, controle sobre os planos de hospedagem, etc. É ideal para startups e indivíduos que desejam ganhar dinheiro como provedor de hospedagem. Existem vários planos de revenda de hospedagem e uma perspectiva pode começar do mais barato e atualizar conforme a necessidade.

3. Cloud Hosting

Com esta plataforma de hospedagem, vários servidores virtuais trabalham coletivamente formando um vasto sistema. Os servidores virtuais permitem que cada servidor virtual manipule uma tarefa específica, exemplo, banco de dados, email, arquivamento, etc. Em uma configuração adequada, sempre há redundância, pois outro servidor virtual está pronto para executar uma tarefa específica em que o servidor principal falha ou é retirado para manutenção.

Quando há uma sobrecarga no sistema, hardware de baixa qualidade pode atrapalhar as operações. Com a hospedagem na nuvem, você tem os benefícios mais significativos da plataforma virtual. Os sistemas de servidores e data centers concluem as tarefas disponíveis. Além disso, esse plano impede o fechamento do site em caso de aumento da demanda dos visitantes do site.

Os benefícios incluem uma operação garantida sem falhas inesperadas. Embora todos os sistemas de servidores falhem, o plano reduz os efeitos excessivos decorrentes da perda de serviço. Os datacenters possuem recursos de espera que garantem a transmissão contínua de dados.

4. Servidores Privados Virtuais

Um Virtual Private Server (VPS) é uma máquina virtual vendida como um serviço por uma empresa de hospedagem.

Um VPS executa sua própria cópia de um sistema operacional (OS), e os clientes podem ter acesso em nível de superusuário a essa instância do sistema operacional, para que possam instalar quase todos os softwares nesse sistema operacional. Para muitos, eles são funcionalmente equivalentes a um servidor físico dedicado e, sendo definidos por software, podem ser criados e configurados com muito mais facilidade. Eles costumam ter preços muito inferiores a um servidor físico equivalente.

Eles são ideais quando se tem um servidor físico em sua empresa. Retirando o servidor físico, você terá mais espaço em seu escritório e economiza de energia e custo com manutenção de hardware. O custo do VPS é uma fração de um servidor físico e te dará muito mais segurança, pois estará dentro de um data center equipado para eventuais causas.

5. Servidor Dedicado

Ao contrário da hospedagem compartilhada, que possui muitos sites, o servidor web dedicado acomoda apenas um. Esse recurso torna seu site mais estável, confiável e benéfico, pois você não compartilha os recursos. Mesmo se você tiver alto tráfego, as páginas serão carregadas rapidamente, fazendo com que valha a pena investir. O servidor físico alugado é totalmente controlado por você sem qualquer preocupação.

Este servidor de alto nível servirá seu negócio on-line, enquanto aumenta sua presença online. Embora os preços também sejam mais altos em comparação com um plano compartilhado, ele é capaz de lidar com um site de alta receita.

6. Colocation

A opção Colocation atende a todas as pequenas empresas que precisam de grandes necessidades de TI, menos as cobranças. É ideal para empresas que possuem hardware de servidor e pessoal interno capacitado para lidar com a administração do sistema.

Os provedores de data center mantêm a segurança, a capacidade dos provedores e, às vezes, a largura de banda da Internet. Esse controle significa que o software, o espaço de armazenamento e os backups seja de sua responsabilidade.

7. Plataforma de Hospedagem Web Self Service

Neste plano, a empresa ou indivíduo hospeda os servidores por conta própria, dentro de sua casa ou escritório. Isso significa que você compra, conserta e organiza o software e mantém tudo. Você precisa garantir que haja refrigeração e energia suficientes na sala. Além disso, você será responsável pelo espaço de informações, backup de energia, largura de banda, administração de servidores e segurança de dados.

Por isso muitas empresas utilizam o VPS, para evitar que tudo isso aconteca com o seu servidor físico.

8. Plano de Hospedagem WordPress

A crescente popularidade da plataforma WordPress para a construção de sites faz com que muitos optem por ela. Aqui, o provedor mantém o WordPress instalado e oferece proteção contra hackers. A acessibilidade torna-se uma opção melhor para negócios novos e duradouros usando a plataforma.

Como você decide em uma plataforma de hospedagem na web, vá para quem gerencia as necessidades do seu site. A capacidade de lidar com vários visitantes sem carregamento lento ou falha é essencial.

Se você começasse com planos gratuitos ou de baixo custo depois de algum tempo, o site começaria a desacelerar. Portanto, para manter o tráfego crescente, você deve atualizar o servidor. Uma vez que toda empresa precisa estar on-line, é bom ter um plano perfeito para sua empresa. Quando você decidir sobre a hospedagem que você precisa, procure uma empresa confiável. Tenha em mente a quantidade de recursos oferecidos, como RAM, largura de banda e HD.




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *